Fique por dentro das novidades!

Em forma e com saúde para o verão

O verão está chegando e todos querem estar em boa forma. Mas para estar em dia com a balança, não é preciso por a saúde em risco. O balão intragástrico permite a redução de peso de forma eficaz e equilibrada.

Confira a matéria do portal Uma Mulher, que contou com a consultoria de especialistas no tratamento com Orbera.

Balão intragástrico

Tratamento auxilia na perda de peso e ajuda a mudar os hábitos de alimentação

O verão está chegando e muita gente já está preocupada com o corpo, afinal, as curvas ficarão mais à mostra com o uso de biquínis, vestidos e minissaias. A boa notícia é que as mulheres que desejam travar uma briga com a balança, agora têm um novo aliado: o tratamento com balão intragástrico. A novidade promete dar fim à fome e consequentemente auxiliar na eliminação dos quilinhos extras. Ficou interessada? Então saiba mais sobre esse tratamento.

O que é: um dispositivo de silicone que ocupa parte do estômago, gerando sensação de saciedade

Como funciona: inserido no estômago via endoscopia, por um médico especialista, o dispositivo é preenchido com soro e azul de metileno estéreis na quantidade de 400 a 700 ml. O procedimento é realizado sob sedação leve e dura, em média, 20 minutos. Dentro do estômago, o balão proporciona saciedade, tanto pelo volume ocupado quanto pela localização em que é posicionado – interferindo na produção do hormônio da grelina, responsável por emitir ao cérebro a mensagem de fome.

Duração: seis meses, período em que impulsiona a perda média de 12% do excesso de peso do indivíduo.

Quem pode usar: pacientes com índice de massa corpórea a partir de (IMC) 27, que estão na faixa do sobrepeso e tenham mais de 18 anos.

É contra-indicado para: pessoas com doenças gástricas; indivíduos que se submetem anteriormente a cirurgias abdominais e gástricas; pacientes que possuam anormalidades estruturais no esôfago ou faringe; que apresentem condições médicas que possam aumentar risco de endoscopia digestiva; pessoas com desordens psiquiátricas anteriores ou atuais, transtornos alimentares (bulimia ou compulsão), vício ativo (álcool e drogas); grávidas ou lactentes; pessoas com hérnia de hiato de grandes proporções ou uma hérnia maior que 5 cm, uma estrutura ou divertículo e presença maior que um balão intragástrico.

Quanto custa: somente o balão fica em média R$ 3.500, mas é preciso somar os valores gastos com a equipe médica (escolhida pelo paciente). É importante lembrar que o balão intragástrico não age sozinho na busca pela silhueta perfeita. Segundo Liliam Teixeira Francisco, nutricionista pós-graduada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), o tratamento com o balão deve ser feito aliado a um programa de re-educação, bem como manter os resultados. “É necessário trabalhar as situações de compulsão ao doce, que pode ser consumido em doses e horários corretos. Prescrição de suplementação fitoterápica também pode ajudar”.

Veja esta matéria completa aqui.

Share this :

Leave a Comment!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *