Fique por dentro das novidades!

A importância das fibras alimentares na prevenção de doenças

fibras

 

Dra. Renata Kutwak, nutricionista da Equipe EndoSlim recomenda:

 

As fibras são partes não digeríveis do alimento de origem vegetal, tais como: cascas e bagaços de frutas, grãos, cereais integrais, verduras e legumes. É um elemento essencial à saúde, que apresenta um paradoxo: não nutre, mas é essencial à saúde.

Nós humanos não possuímos uma enzima digestiva específica que possibilite a digestão total das fibras, diferentemente dos animais ruminantes, que apresentam esta enzima e podem se alimentar exclusivamente de uma dieta composta somente de fibras e alimentos de origem vegetal.

Existem 2 tipos distintos de fibras, conforme seu grau de solubilidade:

Fibras solúveis:

  • Dissolvem em água e incluem a pectina, as gomas e certas hemiceluloses.
  • São encontradas na aveia (principalmente no farelo), maçã, pêssego, mamão, cenoura cozida, cevada e leguminosas/grãos (feijão, grão-de-bico, lentilha, ervilha e soja).
  • Devido à capacidade de absorver água, elas incham durante o processo digestivo aumentando a saciedade, o que é muito bom para quem quer perder ou controlar o peso.  Ainda auxiliam na redução de colesterol, pois reduzem a absorção de gorduras da refeição ingerida.

Fibras insolúveis:

  • Incluem a celulose, a lignina, muitas hemiceluloses
  • As melhores fontes estão presentes no arroz integral, trigo integral, na aveia, no milho, na casca das frutas, vegetais e legumes.
  • Este tipo de fibra aumenta o bolo fecal no intestino, diminuindo o tempo que as fezes ficam retidas, por isso é recomendada na prevenção do câncer e na prevenção e tratamento da prisão de ventre.

Portanto, as fibras representam para nós humanos fonte de promoção de saciedade, redução da absorção de açúcares e gorduras, redução dos níveis de colesterol, auxilia o trânsito intestinal normal, a prevenção de câncer colo-retal, auxilia na prevenção de obesidade e doenças cardiovasculares. Também é utilizada como adjuvante em tratamentos de diabetes tipo II, pois reduzem o índice glicêmico das refeições e por consequência reduzem a hiperglicemia.

A FAO/OMS (Organização mundial da saúde) recomenda dieta de pelo menos 25 gramas de fibras ao dia. Ou seja, é necessário que todas as refeições apresentem pelo menos 5 g a 10 g de fibras solúveis e insolúveis, para alcançarmos a meta diária de ingestão recomendada e evitar doenças crônicas degenerativas e alguns tipos de câncer.

Se você não tem o hábito de consumir fibras, experimente. No próximo post vou indicar idéias para você incluir mais fibras no seu dia-a-dia.

 

 

 

 

 

Share this :

Leave a Comment!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *