Fique por dentro das novidades!

As diferenças de tempo e percentuais de emagrecimento com o balão intragástrico OrberaTM

Ao iniciar o tratamento com o balão intragástrico, a ansiedade para alcançar os resultados rapidamente e ver o ponteiro da balança abaixar é inevitável, mas os especialistas chamam a atenção para o problema que este tipo de expectativa gera e explicam que emagrecer não deve ser o único foco do tratamento.

À distância todos parecemos iguais, mas há diversos fatores a considerar, como explica o gastrocirurgião e endoscopista, especialista no tratamento com o balão intragástrico Orbera™, Dr.Eduardo Grecco: “Após a colocação do dispositivo, a perda de peso é gradual e varia de pessoa para pessoa. O papel do balão intragástrico é impulsionar o emagrecimento, mas deve se levar em conta que cada paciente possui um metabolismo que varia segundo idade, sexo, doenças associadas e outros tratamentos que a pessoa possa estar se submetendo.”

Para não criar expectativa em excesso, o psicólogo e especialista em Terapia Cognitiva Comportamental, Alex Rocha, sugere que o primeiro passo do balonado seja a aceitação e conscientização do seu estado atual. “O balão não faz milagre. Nós refletimos nossas emoções na alimentação, por isso é necessário cuidar da origem do problema, compreender o que leva a pessoa a comer de forma inapropriada. Desta maneira, será mais fácil conquistar e manter o resultado esperado”.

Além disso, é importante que o indivíduo cumpra com o tratamento multidisciplinar. “Em média, o balão gera perda média de 15% do peso inicial do indivíduo, em seis meses, mas o tempo e percentual vai ser mais efetivo à medida que este faça a reeducação de hábitos. Ter um psicólogo, uma nutricionista e o médico de apoio, bem como seguir uma rotina de atividades físicas faz muita diferença no processo e resultado do tratamento”, acrescenta o Dr. Eduardo.

Para ajudar a controlar a ansiedade pelo emagrecimento rápido, Alex Rocha indica algumas atividades de relaxamento, como leitura, exercício de respiração, prática religiosa etc. O importante é realizar uma atividade prazerosa que a pessoa julgue ser o melhor para si.

 

Fonte: Sistema Orbera

Ivan Stabnov – CRM: 52.58052-7

Share this :

Leave a Comment!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *